Saiba mais sobre a nova moda “Trash The Dress”

rp_DRESS02-1024x551.jpg

Em português, o nome significa “estragar o vestido”. E é essa ideia está começando a se tornar moda no Brasil. O Trash The Dress surgiu nos EUA, incentivado por estúdios e companhias de casamentos para que as fotos após o casamento fossem mais descontraídas.

A nova moda entre os books de casamento consiste em sujar o vestido da noiva com tinta, mergulhar com ele em piscinas e tudo mais que a imaginação dos noivos permitir.

Aderir ao Trash The Dress é apenas para aquelas que casam com vestido próprio. Não há condições de fazer isso com o vestido de família ou alugado. Se preferir, a noiva ainda pode comprar outro vestido de noiva, mais leve, fresco e que lhe permita maior mobilidade especialmente para o Trash The Dress.

DRESS02

Essa é uma inovação que promete tirar da rotina muitos casais recém-casados e também mudar completamente o álbum de casamento, que terá um ar leve e irreverente.

Tudo deve ser combinado com o estúdio que vai fotografar o casamento ou com o fotógrafo contratado. Após o casamento (ou após a lua de mel), o casal parte para cenários como praias, bosques e campos para fazer mais uma sessão de fotos. Depois de tudo combinado e decidido, basta escolher um lugar que os noivos se sintam à vontade e que possam passar um dia agradável juntos.

A ideia é muito criativa e as fotos ficam incríveis. O tema do casamento é mantido pelos trajes oficiais, mas os noivos estarão muito mais à vontade e relaxados, já que a tensão da cerimônia e da festa, e toda a ansiedade de receber os convidados e fazer tudo dar certo finalmente já passou.

O Bodocó oferece seu maravilhoso espaço natural para realização de books de casamento, inclusive o Trash The Dress.

DRESS03

CompartilharShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>